• Zenon Taxi

caraiva

Atualizado: há 2 dias

Caraíva é uma comunidadelitorânea e ribeirinha situada em Porto Seguro, na Costa do Descobrimento, no extremo sul do estado da Bahia, Nordeste do Brasil. População fixa de 1000 habitantes. Localizada dentro da APATrancoso/Caraíva e próximo ao parque nacional de Monte Pascoal. Fica a 69 quilômetros da sede de Porto Seguro e a 740 quilômetros de Salvador entre o Rio Caraíva, o oceano Atlântico e uma reserva indígena de pataxós. Um paraíso sem muita infraestrutura no litoral sul da Bahia? Pois é, Caraíva tem ruas de areia, casas coloridas e dá para alternar entre o banho de rio e o de mar. Um lugar para desligar de tudo. Literalmente.

Isso porque em Caraíva, sinal de celular e internet são raridade. E como para chegar em Caraíva é preciso cruzar um rio de canoa, os carros também ficam do lado de lá.

Pois é, quem viaja até Porto Seguro, tem muito o que fazer além das praias da própria Porto Seguro. Na verdade, a cidade se divide em vários distritos e vilas, que são ainda mais charmosos do que a famosa Porto Seguro das excursões. Arraial d’Ajuda, Trancoso e Praia do Espelho são algumas dessas regiões.

Caraíva é um dos destinos mais distantes, mas que ainda faz parte de Porto Seguro. Você pode conhecê-la através de um passeio bate-volta, ou mesmo se hospedando por lá. Confira a seguir qual a melhor opção e o que afinal encanta tanto os viajantes em Caraíva. Tanto, que muitos até desistem de voltar.


Na charmosa vila, carros não entram e o transporte das malas é feito por meio de carroças – ao atravessar o rio que dá acesso a Caraíva, moradores já estão a postos para fazer esse serviço pago à parte.

Turistas jogam frescobol à beira do Rio Caraíva (Jota Freitas/Setur)

A pequena vila de Caraíva, aonde só é possível chegar de barco, é bastante disputada no verão por turistas...




A Vila de Caraíva é banhada pela praia de mesmo nome, que concentra o burburinho da alta temporada (e os bares e restaurantes). As demais praias da região tím acesso apenas por caminhada ou por barco.

A travessia de canoa dura em torno de 5 minutos, e pode ser feita de dia ou à noite.

Se estiver com muita bagagem, dificuldade para se locomover ou sua pousada for um pouco distante, as carroças na entrada da vila podem auxiliar com esse serviço que funciona entre 7h-19h, ou com agendamento em horários alternativos.

No caso da Pousada Nativa, devido a nossa ótima localização, geralmente os hóspedes não necessitam de carroça. Basta solicitar ao canoeiro para desembarcar em frente ao Boteco do Pará e vocês irão descer há 30 metros de nós.



História Segundo documentação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), disponível no Museu do Descobrimento em Porto Seguro, a comunidade de Caraíva é o vilarejo mais antigo do Brasil. Os primeiros portugueses chegaram por volta de 1530, e por aqui viviam diversas tribos indígenas, nesta região que é conhecida como “Costa do Descobrimento”. Durante muitos anos a comunidade viveu da pesca, que precisava ser salgada e transportada em lombo de mulas ou barcos até as cidades vizinhas para a venda. Até início do século XX, também trabalhavam com a exploração de madeira. Anos 70, o começo da aventura Na década de 1970, a vila vivia exclusivamente da pesca e foi nessa época que grupos de aventureiros começaram a frequentar o lugar. A estrada para chegar até o vilarejo era muito precária e nela quase não transitavam carros. Para chegar a Caraíva era preciso caminhar pela praia, saindo de Trancoso, ou fretar um barco de pesca. Com o movimento de visitantes crescendo, a vila foi se adaptando.

Ainda na década de 70 chegaram os primeiros motores para os barcos, que até então eram movidos por velas. Ecologicamente preservada, Caraíva beneficia-se de diversas proteções ambientais e históricas: Área de Proteção Ambiental – APA Caraíva/Trancoso; Zona de Reserva Extrativista Marinha – Resex; Patrimônio da Humanidade da UNESCO; Zona de Proteção Rigorosa do IPHAN; e zona de entorno do Parque Nacional e Histórico de Monte Pascoal. Energia elétrica Desde 1962, quando foi demarcado o Parque Nacional de Monte Pascoal, a vila é o limite norte do Parque. Dentro do parque está a aldeia Pataxó que ajuda a cuidar da Parque Nacional de Monte Pascoal. Em 2007 chegou a energia elétrica na Vila de Caraíva. Com o empenho da população a Vila resistiu e não admitiu a colocação de postes.



11 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo